0

Ditadores vs. Narradores (Choques Culturais 6)

Hoje, sempre que leio no jornal que um ditador acabou com a democracia de um país, ou que foi derrubado em nome da democracia, não consigo vibrar. Essas narrativas geralmente se referem a um país [...]

0

Das correntes e redes

Antigamente, nos primórdios da minha juventude, fazíamos correntes. Também de miçangas para vender na escola e ter nossa primeira experiência como empreendedores: nossa primeira start-up. Mas [...]

0

Amor nos tempos do Corona

Confinada meses a fio em uma biblioteca para a escrita de uma tese, tive uma visão. Foi no dia seguinte a um intenso ritual de orixás, do qual eu acordava lentamente. Enquanto os tambores [...]

0

Emprego do tempo

Nas últimas semanas eu não tive tempo. Aliás, tive tanto tempo que fiz de tudo para esgotá-lo e, na matemática final, não sobrou nenhum. Muitos cálculos desse tipo não fazem sentido. Um [...]

1

Tempos de vacas magras e burgers gourmet

Mais um ano novo chega, em tempos de vacas magras. As vacas berram: seu leite, tão pasteurizado-acidulado-intoxicado-geneticamente-modificado, já não serve para os novilhos, que [...]

0

Petichismo (não confundir com petechismo)

Eu adoro animais: são curiosos, exóticos; têm uma maneira peculiar de ser, andar e se comunicar. Também adoro animais domésticos; sempre tive. Cheguei a ter aquário, calopsitas, hamsters, dois [...]

0

O futuro nos engoliu (e não vai cuspir de volta)

Sabe aqueles filmes e livros de ficção científica, que a gente chama de ficção, mas morre de medo que se tornem científicos? 1984, Matrix, 2001 Uma Odisséia no Espaço? Já passamos de longe as [...]

1

Pré-fascistas vs. Pós-fascistas (Choques Culturais 5)

– Atenção: contém escatologias políticas – Cheguei na Alemanha em 2006; pouquíssimo tempo após a queda de Hitler e do muro de Berlim. Era o ano da copa do mundo nesse país que, alguns [...]

0

The day I stopped dating apps

It’s been one year since I quit my addiction. I still remember it quite well: in a dream, I screamed desperately “I cannot stand Tinder anymore!”. Immediately after I woke up, I broke up with [...]

1

O dia em que parei de paquerar apps

Faz um ano que larguei meu vício. Ainda me lembro bem: em um sonho, eu gritava desesperadamente “eu não aguento mais o Tinder!”. Assim que acordei, terminei com ele. Devo também confessar minha [...]