0

Luz de gás – Gaslighting – Gasbeleuchtung (Maternidade Invisível 12)

Só queria que saísse de dentro de mim todo o esmagamento silencioso de relacionamentos à mercê dos ritmos aparentemente tranquilos e internamente aflitos de companheiros mestres em manipular [...]

0

Mais-valia materna (Maternidade Invisível 11)

Meu pai era administrador, consultor financeiro de empresas diversas. Vivia fazendo cálculos em seus aparelhos eletrônicos ancestrais, como calculadoras científicas, que aos poucos se tornariam [...]

0

Quem paga as contas (Maternidade Invisível 10)

Alerta de spoiler! Quem paga as contas, no fim das contas, é sempre a mãe. Primeiro pelo motivo mais evidente de que o trabalho de cuidar do filho e da casa do filho é grátis, não-remunerado, [...]

0

Violência Invisível (Maternidade Invisível 9)

Violência psicológica e simbólica, ao contrário do que podem soar, não são violências de mentirinha, teóricas, que só existem no plano das ideias. Elas não se materializam em agressão física de [...]

0

Traições invisíveis (Maternidade Invisível 8)

Monogamia é uma forma de cárcere privado voluntário, a que muitos ainda se submetem em países judaico-cristãos, em nome da preservação do patrimônio familiar. Corrijo, um cárcere a que muitas se [...]

0

Yes, nós temos tetas (Maternidade Invisível 7)

Mamães têm que ouvir incontáveis vezes durante o dia, por vários anos, seu filho lhes chamando e pedindo seu colo. Como se não bastasse a repetição em volumes e intensidades variados, que vão [...]

0

Noel invisível (Maternidade Invisível 6)

Os olhos de Bruno brilharam quando sua tia contou que, perante a lua quase cheia, havia passado há apenas alguns minutos atrás Papai Noel com seu trenó. Ninguém viu quando nem como ele passou na [...]