0

Luz de gás – Gaslighting – Gasbeleuchtung (Maternidade Invisível 12)

Só queria que saísse de dentro de mim todo o esmagamento silencioso de relacionamentos à mercê dos ritmos aparentemente tranquilos e internamente aflitos de companheiros mestres em manipular [...]

0

Mais-valia materna (Maternidade Invisível 11)

Meu pai era administrador, consultor financeiro de empresas diversas. Vivia fazendo cálculos em seus aparelhos eletrônicos ancestrais, como calculadoras científicas, que aos poucos se tornariam [...]

0

Quem paga as contas (Maternidade Invisível 10)

Alerta de spoiler! Quem paga as contas, no fim das contas, é sempre a mãe. Primeiro pelo motivo mais evidente de que o trabalho de cuidar do filho e da casa do filho é grátis, não-remunerado, [...]