Amor não abrevia

 In poesia

Amor não abrevia,

Não apressa, não expresso.

Amor é passado

Brevidade que grava,

Que agrava e não passa.

Amor alivia

Agonia – alegria –,

Acredita, aprecia

O preço de um agrado,

De um afago no afogado,

Do fogo que não apaga,

De pagamento pagão:

Forte porque fortuito,

Graça porque de graça.

Recommended Posts
Showing 5 comments
  • perla
    Responder

    Senti uma leve brisa perpassando entre as linhas do poema. Puro frescor!

  • Joy
    Responder

    Casualidade ou tem escolhido muito a palavra “alegria” em suas composições ?

    Acho que está sugestionada rs

  • Joy
    Responder

    Me custa a acreditar que é involuntário, pois quando te leio, percebo o quanto é cuidadosa com as palavras.

    • Nina
      Responder

      Então pode suspeitar que nenhuma das opções está correta 😉
      A prosa é do último domingo, e o poema de dois anos atrás

      • Joy
        Responder

        Foi apenas uma provocação. Não sou tão pretensioso assim, mas admito que é uma doce e alegre coincidência 😉

Leave a Reply / Deixe seu Comentário

%d bloggers like this: